Anuncie | Fale Conosco



Ex diretor da Petrobrás é preso pela segunda vez pela Polícia Federal
Quarta, 11/06/2014 17:11
Por: Minas News
Sua primeira prisão se deu por causa da acusação de tentar ocultar ou destruir provas. Agora o que pesou contra ele foi o fato de ter escondido da polícia que tinha um passaporte português e contas na Suíça com saldo de U$ 23 milhões.

 

Pela segunda vez a Polícia Federal prendeu o ex-diretor da Petrobras Paulo Roberto Costa, em sua casa, na Barra, no Rio de Janeiro, sob a alegação de que havia a risco de fuga.

O ex-diretor da Petrobrás, Paulo Roberto Costa, que se livrou da primeira detenção por conta de uma decisão do ministro Teori Zavascki, do STF, após passar 59 dias na prisão, desta vez terá dificuldades. Sua primeira prisão se deu por causa da acusação de tentar ocultar ou destruir provas. Agora o que pesou contra ele foi o fato de ter escondido da polícia que tinha um passaporte português e contas na Suíça com saldo de U$ 23 milhões.

A pedido da Polícia Federal a Suição bloqueou a conta do ex-diretor da Petrobras.

Em entrevista à Folha de S.Paulo, feita no dia 30 de maio, Costa negou que tivesse contas no exterior. As contas atribuídas a Costa e a seus familiares estavam em nome de empresas estrangeiras sediadas em paraísos fiscais, um recurso usado para dificultar que as autoridades encontrem e sequestrem os valores.

 


Desenvolvimento: qualitÉ! Tecnologia
Minasnews.com ® 2015. Todos os direitos reservados.
Brasil Ex diretor da Petrobrás é preso pela segunda vez pela Polícia Federal no Minasnews.com
A notícia como ela realmente é! - [email protected]